28 junho, 2013

Para ler nas férias...

Sabemos que julho é um mês de férias para muitas pessoas, a tão espera férias... pode não ser férias geral, mas de um curso, faculdade, ou até mesmo do trabalho. E porque não ter uma boa, ou melhor, ótima leitura nas férias?
Decidimos indicar alguns livros pra vocês se divertirem nessas ferias, confiram...

AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL – STEPHEN CHBOSKY (EDITORA ROCCO)
Charlie é um tímido garoto que se corresponde por cartas anônimas com uma pessoa. A história mostra o menino encontrando dois novos amigos que mudarão a sua vida. No decorrer da trama ele enfrenta problemas com seus familiares, sofre a primeira desilusão amorosa e ainda tem todo o drama envolvendo a primeira vez.

Assista também ao filme que tem uma ótima adaptação...


A CULPA É DAS ESTRELAS – JOHN GREEN (EDITORA INTRÍNSECA)

Narra o romance de dois adolescentes que se conhecem em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna. A principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas, brincar com os clichês do mundo do câncer.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar
.


UM GATO DE RUA CHAMADO BOB - JAMES BOWEN (EDITORA NOVO CONCEITO)
Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob.
Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.
Uma história comovente que toca o coração de quem a lê.


MORTE SÚBITA – J.K. ROWLLING (EDITORA NOVA FRONTEIRA)

Quando Barry Fair Brother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade fica em estado de choque.
A aparência do vilarejo, esconde uma guerra.
Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… o Vilarejo não é o que parece ser à primeira vista.
A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente.



DESLEMBRANÇA - CAT PATRICK (EDITORA INTRÍNSECA)

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.



O GUARDIÃO - NICHOLAS SPARKS (Editora Arqueiro)

Quarenta dias após a morte de seu marido, Julie Barenson recebe uma encomenda deixada por ele. Dentro da caixa, encontra um filhote de cachorro dinamarquês e um bilhete no qual Jim promete que sempre cuidará dela. Quatro anos mais tarde, Julie já não pode depender apenas da companhia do fiel Singer, o filhotinho que se tornou um cachorro enorme e estabanado. Depois de tanto sofrimento, ela enfim está pronta para voltar a amar, mas seus primeiros encontros não são nada promissores. Até que surge Richard Franklin, um belo e sofisticado engenheiro que a trata como rainha. Julie está animada como havia muito tempo não sentia, mas, por alguma razão, não consegue compartilhar isso com Mike Harris, seu melhor amigo. Ele, por sua vez, é incapaz de esconder o ciúme que sente dela. Quando percebe que o desconforto diante de Mike é causado por um sentimento mais forte que a amizade, Julie se vê dividida entre esses dois homens, ela tem que tomar uma decisão. Só que não pode imaginar que, em vez de lhe trazer felicidade, essa escolha colocará sua vida em perigo. O Guardião contém tudo o que os leitores esperam de um romance de Nicholas Sparks, mas dessa vez ele se reinventa e acrescenta um novo ingrediente à trama: páginas e mais páginas de suspense.



Crônicas de Gelo e Fogo - A Guerra dos Tronos” - George R. R. Martin (Editora Leya)
Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister - e sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda sua família.

Pra quem já leu algum dos volumes, as sequencias também indicamos... a série de livros todas são ótimas... ah e não deixem de ver a série adaptada para tv....

Gostaram? Já leram algum desses? Não deixem de comentar...

Saibam o que os famosos estão lendo...

O mundo dos famosos também está repleto de leitores, e nós andamos pesquisando para saber o que eles andam lendo e o que nos recomendam...
Confira abaixo alguns dos livros que estão na lista dos preferidos das celebridades:

 André Marques - O Pequeno Principe, de Antoine de Saint

 Angelina Jolie - Drácula, de Bram stoker 

Compartilho do favoritismo rs também está na minha lista...

Anne Hathaway - O Jardim Secreto, Frances Hodgson Burnett

 Bill Gates - O Apanhador no campo de centeio, de J.D. Salinger

 Brito Jr - Casa Grande & Senzala, de Gilberto Freyre

 Dan Stulbach - A Insustentavel leveza do ser, de Milan Kundera

 Drew Berrymore - Em busca de Sentido, de Viktor E. Frankl

 George Clooney - Guerra e Paz, de Liev Tolstói

 Grazi Massafera - O caçador de pipas, de Khaled Hosseini

 J.K. Rowling - Emma, de Jane Austen

 Jô Soares - The Maltese Falconby, de Dashiell Hammett

 John Travolta - Aeroporto, de Arthur Hailey

Jim Carrey - Crime e Castigo, de Fiódor Dostoiévski

 Keira Knightley - Orgulho e Preconceito, de Jane Austen
A atriz interpretou Elizabeth Bennet, no filme do livro

Um livro maravilhoso... compartilho também desta paixão pela obra...


 Mandy Moore - Um amor para recordar, de Nicholas Sparks
A atriz interpretou a Jamie, no filme deste livro.

 Megan Fox - Kiss the girls, de James Patterson

 Mel Gibson, Distópico, de George Orwell

 Sthephen King -  O Senhor das Moscas, de William Golding

Tom Hanks - A Sangue Frio, de Truman Capote 

Will Smith - O Alquimista, de Paulo Coelho

VOCÊ SABIA...

Literatura Brasileira no Exterior: os 12 autores nacionais 

mais lidos no mundo


Ao contrário do que muitos podem pensar, nem só de Paulo Coelho vive a literatura brasileira no exterior. Ainda que, de fato, o escritor tenha entrado para o Livro dos Recordes, o Guinness Book, com sua obra O Alquimista – o livro mais traduzido do mundo (69 idiomas) – outros autores também conquistaram os leitores estrangeiros e vêm alcançando reconhecimento também em outros países. Mas conseguir que um livro seja publicado em outra língua está longe de ser um processo simples e exige muito mais do que talento na escrita.

Segundo o escritor Milton Hatoum, em entrevista ao Portal Literal, apenas 3% dos livros lançados todos os anos nos Estados Unidos são traduções de obras estrangeiras. Além das dificuldades com a tradução, as diferenças culturais também costumam fazer com que o enredo de um livro torne-se desinteressante para o público leitor de outro país. Agnes Krup, diretora da agência literária Sanford J. Greenburger Associates, concorda com a afirmação em entrevista à revista Veja e afirma que “mesmo que um editor americano esteja interessado e por dentro de determinada cultura estrangeira, outras pessoas participarão da escolha dos livros, como o diretor de vendas, o de marketing e o de publicidade, gente que provavelmente não fala uma palavra de outro idioma. Eles não vão apoiar um projeto que torne o trabalho deles mais difícil”. Talvez seja por esse motivo, a proximidade da língua, que alguns países europeus, sobretudo a França, são mais receptivos a traduções de obras brasileiras que os norte-americanos.

No entanto, nomes recentes no mercado literário brasileiro têm desafiado essa tendência e mostrado um avanço significativo na valorização de nossos livros no exterior. Dentre eles, podemos citar o escritor Bernardo Carvalho, que lançou o livro Nove Noites em 11 países e a escritora Patrícia Melo que com o livro Elogio da Mentira já está presente em pelo menos 20 países. Eduardo Spohr, escritor do livro A Batalha do Apocalipse, e Daniel Galera, autor de Mãos de Cavalo, também são apostas de sucesso, assim como o jornalista e estreante no universo literário Edney Silvestre. Seu primeiro romance, Se Eu Fechar os Olhos Agora, será publicado em pelo menos seis países. Mais veterano, Milton Hatoum já teve obras traduzidas para 17 idiomas e exibe na página principal de seu site, as capas de seus livros publicados no exterior.

Outra grande oportunidade para a literatura brasileira no exterior é a Feira de Frankfurt, na Alemanha, o maior evento internacional de livros do mundo que, em 2013, terá o Brasil como o grande destaque. Provavelmente, diversas editoras estarão à procura de autores brasileiros, repetindo a façanha de 1994, quando nosso país também foi destaque na feira e, depois do evento, o número de traduções de livros nacionais aumentou substancialmente, levando a literatura brasileira ao patamar de livros mais traduzidos na Alemanha (sede do evento). No entanto, no final dos anos 90, a falta de continuidade nos incentivos governamentais fez com que o ritmo da presença brasileira no exterior diminuísse consideravelmente.

Mas esse ano, diante da importância do evento de 2013, o presidente da Fundação Biblioteca Nacional, Galeno Amorim, apresentou o programa federal de estímulo à internacionalização da literatura brasileira. O Programa de Apoio à Tradução e Publicação de Autores Brasileiros no Exterior prevê o investimento de pelo menos R$ 12 milhões ao longo dos próximos dez anos. Entre as várias iniciativas do programa, destaca-se um substancial aumento nos valores das bolsas de tradução e no apoio à reedição de obras de autores nacionais no exterior.

Para o escritor e jornalista norte-americano Benjamin Moser é preciso que o país divulgue mais sua cultura literária no exterior se quiser reconhecimento internacional. “Acho que o Brasil poderia fazer muito mais para promover a literatura brasileira internacionalmente. As pessoas fora do Brasil têm uma ideia muito vaga do país. Acho que desde Carmen Miranda não tem mudado muito”, afirma Moser que, em 2009, publicou Clarice, biografia de Clarice Lispector.

Mas, afinal, quem são os autores nacionais mais lidos no exterior? Em 2009, o projeto Conexões Itaú Cultural organizou o Mapeamento da Literatura Brasileira no Exterior. Já são mais de 192 autores mapeados e dentre eles, vários gêneros literários. Mas os clássicos parecem continuar sendo preferência internacional. Conheça a galeria dos 12 escritores mais lidos no exterior, com base nesse estudo.
Além dos 12 listados, o mapeamento ainda conta com nomes como Gilberto Freyre, Roberto Schwarz, João Ubaldo Ribeiro, Lygia Fagundes Telles, Raduan Nassar, Ferreira Gullar e outros. Confira a relação completa aqui e acesse a “Questão 11 – escritores citados pelo mapeado“.
(Fonte: Estante Virtual - literatura brasileira no exterior)


24 junho, 2013

Cinquenta tons mais Escuro - E. L. James


Titulo: Cinquenta Tons Mais Escuros
Autora: E. L. James
Editora: Intrínseca
Páginas: 512

Diferente do primeiro livro da trilogia... este segundo eu realmente gostei de ler...

O livro começa com Anastácia tentando viver sua vida normalmente, mas será que ela consegue? Descobrindo os mistérios do passado de Grey e aprendendo ou tentando aprender a lidar com a situação, cada dia para ela é uma aventura, como ela diz “a vida com ele nunca será monótona” e ela precisa descobrir se está disposta a lidar com esse turbilhão de emoções e situações ao mesmo tempo.

E por sua vez Grey tenta fazer sua parte... “fazer dar certo”, mas até onde será que ele conseguirá, abrirá mãos de suas “necessidades”, conseguirá ele se adequar a um relacionamento quase normal?

Com esse suspense, o segundo livro da trilogia consegue envolver o leitor de uma maneira gostosa.

“Você tem alguma ideia do quão feliz você faz sentir? - Ele murmurou.

- Sim… Eu sei exatamente. Porque você faz o mesmo a mim.”

Em cinqüenta tons mais escuros, conseguimos conhecer bem mais a fundo os personagens, fiquei admirada com a mudança da situação, das ações e sim, posso dizer que o segundo livro da trilogia me surpreendeu.

Na minha opinião foi bem melhor que o primeiro, pois houve mais história e não somente sexo a cada duas folhas, e aquela “conversinha fiada” é claro que teve seus momentos picantes, mas a história foi bem mais envolvente, teve mais romance e teve um suspense.

[...] — Você queria flores e corações — murmura.

Eu pisco para ele, sem acreditar no que estou vendo.

— Você tem meu coração.

E então ele acena em direção ao cômodo.

— E aqui estão as flores — sussurro, completando sua frase. [...]

Referente a escrita, o livro realmente não é tão bem escrito, poderia ser mais rico em seu vocabulário e as vezes chega a ser bem repetitivo a cansar, mas mesmo assim consegue prender o leitor.

Cinquenta Tons de Cinza - E. L. James


Titulo: Cinquenta Tons de Cinza 
Autora: E. L. James
Editora: Intrínseca
Páginas: 480

Por alguns momentos lendo o livro, imaginei que não iria conseguir terminar essa trilogia, até que cheguei ao final (ultimas páginas mesmo) e tive que adquirir o próximo o mais rápido possível.

Eu mesma estava com pré-conceito de ler este livro, mas no final consegui entender porque tantas pessoas se dizem apaixonadas pelo Grey.

Grey “descobre” Anastácia e instantaneamente fica vidrado nela, consegue ver nela um potencial de submissa, mas ai que ele se engana.

Ao discutir os termos (contrato sexual) com ela, Ana fica estagnada, não entende como isso foi acontecer, mas mesmo assim tenta, aos poucos a seu modo (afinal é seu primeiro relacionamento). Grey respeita isso e os dois vão se envolvendo com calma. O que ambos pensavam que iria ser só um contrato sexual acaba virando algo mais sério, sem que percebam os dois estão envolvidos emocionalmente.

O livro, explora muito a forma como o Grey “utiliza” sua sexualidade

“Seus lábios se contraem num sorrisinho.

-Ah, Anastasia Steele, o que eu vou fazer com você?”

Tive momentos a ficar com raiva dos personagens, do Grey, pois ele é sado masoquista, algumas cenas são muito fortes (em nenhum momento Grey trata mal suas submissas, não me entendam mal, elas sabem e tem consciência do que estão fazendo e porque estão fazendo, e fazem porque querem), mas mesmo assim e ele é muito “bipolar”. E da Ana que parecia não ter pulso firme para enfrentar ele, apesar de sua idade (21) parecia ter 15, tinha raiva raiva ao ponto de pensar “não vou mais ler este livro”.

O livro poderia ser bem melhor, muitas vezes é bem repetitivo e cansa, diálogos muito parecidos, parecem até que copiaram as mesmas páginas algumas folhas depois, acho que não tinha esta necessidade.

Não é um livro que eu indique, não por ser conteúdo adulto, mas pela escrita em geral, o vocabulário não é muito rico...

Branca de Neve e o Caçador - Autores Diversos


Titulo: Branca de Neve e o Caçador
Autor: Lily Blake, Evan Daugherty, John Lee Hancock, Hossein Amini
Editora: Novo Conceito
Páginas: 208

Branca de Neve perdeu a mãe muito nova e vê seu pai se casar com uma bela mulher Ravenna, achando que iriam ser uma família feliz, porém nada disse acontece. Ravenna mata o Rei quando estão em lua de mel e aprisiona Branca de Neve nas masmorras, após anos, Branca de Neve se torna uma linda jovem e consegue enfim fugir do castelo.

Para que Ravenna continue mantendo sua beleza, precisa do coração de Branca de Neve, mas a jovem fugiu para a floresta encantada e a única pessoa com coragem para ir atrás dela, que já entrou e saiu da floresta algum dia, é o caçador. A Rainha consegue convencer o caçador a ir em busca de Branca de Neve e matá-la, em troca de algo muito valiosos para o caçador. O que Ravenna não esperava era que ao invés de capturar Branca de Neve, o Caçador fosse ajudá-la a recuperar seu trono e salvar o reino.

(...) Voltei a pensar em mim mesmo novamente. E nunca me cuidei. Até conhecer você. Você me faz lembrar dela. Seu espírito, seu coração. E agora você também se foi. –Vacilou sobre as palavras, sentindo o nó aumentar no fundo da garganta. – Vocês duas mereciam algo melhor e eu sinto muito por ter falhado com você também. (...)

Adoro novas versões de contos de fadas e essa é mais uma nova versão. Um conto da Branca de Neve que escapa um pouco da versão que conhecemos, onde ela é acordada pelo príncipe e eles vivem felizes para sempre.

A Branca de Neve e o caçador, tem muito mais aventura do que romance, nesta versão ela é mais desafiadora, mais aventureira e destemida do que uma boneca de porcelana, isto sem deixar morrer a versão de “Branca de Neve” que todos conhecemos.

A Promessa - Richard Paul Evans


Titulo: A Promessa
Autor: Richard Paul Evans
Editora: Editora Leya - Lua de Papel
Páginas: 288

"A Promessa" é Surpreendente, com certeza surpreendente!

Comprei o livro ao acaso, nunca procurei saber sobre ele, não conhecia ninguém que o tivesse lido. Então nessas minhas loucuras de comprar "mais uns livros", resolvi, para inteirar a compra, incluir "A Promessa".

Como não começar a resenha com esta citação fantástica do livro:

“Enquanto estiver lendo a minha história, há algo que quero que compreenda. Apesar de todo o sofrimento – passado, presente e o que ainda virá –, eu não teria feito nada diferente. Nem trocaria por nada o tempo que passei com ele – exceto pelo que, afinal, eu troquei.” Beth Cardall

Beth Cardall é uma mulher feliz, ela sempre achou ter uma vida e um casamentos bons, vive com um marido Marc e a filha Charlotte. Tem um trabalho em uma lavanderia para ajudar com as despesas de casa, mas gosta do que faz, tem alguns poucos amigos lá, e a sua verdadeira amiga. Sua única preocupação é cuidar da filha e esperar que seu marido Marc volte de suas longas viagens.

Quando ela não espera nenhuma mudança... 1989, ela descobre que seu marido a está traindo. Diante da descoberta, ela fica sem saber como reagir, Mas descobre também que ele está morrendo de um câncer em estado avançado, lhe restam apenas alguns meses de vida, portanto decidi que vai ajudá-lo a enfrentar tudo isso, mas ela acaba descobrindo que ele a traiu não apenas uma vez, mas várias.  Como se não fosse pouca a preocupação de Beth, a filha está com uma doença que os médicos não conseguem diagnosticar e ela tenta de todas as maneiras resolver sua situação.

"Descobri que as experiências mais significativas de nossa vida raramente ocorrem quando as esperamos, e muito frequentemente quando nem sequer estamos prestando atenção."

Eu achei um livro ótimo, achei uma leitura gostosa, nada cansativa, como já disse uma história surpreendente.

Me lembro de estar lendo o livro na condução e de repente algumas pessoas me olham... a surpresa da revelação do segredo foi tão chocante que não consegui guardar só para mim rs, tive que demonstrar com um "Nossa!" rs. As situações retratadas neste livro são inimagináveis.

Os personagens Beth e Mathew são ótimos, o autor escreve muito bem a tradução ficou ótima... uma história fantástica. Pra quem gosta de romance, eu super indico.

“Amei três homens em minha vida. (...). Mas houve um homem entre os dois – um homem que sempre amarei -, mas um amor que nunca poderia existir. Aconteceu no dia do Natal (...), quando ele entrou em minha vida e transformou quase toda a verdade de minha existência.”

Ao chegar no final, bom...pensei sim, poxa, ah história não deveria ser assim rs, mas se li o livro tão rápido e gostei tanto dele, foi por ele ser assim....

Anna e o beijo francês - Stephanie Perkins


Titulo: Anna e o beijo francês
Autora: Stephanie Perkins
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

Um livro empolgante, divertido e romântico.

Ao ver o título do livro não imaginei que iria me envolver tanto com os personagens e até imaginar que eu mesma estava lá visitando os parisienses.

Anna contra à vontade é obrigada a sair de Atlanta (onde acha estar quase tudo perfeito, amiga fiel, um quase namorado) e ir para um colégio interno na França.

Sua surpresa ao chegar lá é descobrir que ficar um tempo fora de um lugar que vive a 18 anos pode ser muito revelador. Descobrir lugares lindos, amigos que achou não ter mais e o principal que Anna descobre é que o nosso lar não é apenas onde vivemos a nossa vida toda e sim onde vivemos com as pessoas que amamos.

Logo no primeiro dia no colégio interno em Paris, Anna está desesperada por estar ali e é assim que ela conhece Meredith uma garota doce e vizinha do seu quarto. Meredith se esforça para animar Anna e a apresenta a todos seus amigos, Rashimi, Josh e o gato do Étienne St. Clair.

Anna e St. Clair se tornam melhores amigos e quando Anna percebe já está apaixonadíssima por ele, o problema... claro que tinha que ter um, St. Clair tem namorada...

"E percebo... que está tudo bem. Tudo bem se St. Clair e eu nunca formos mais do que amigos. Sua amizade sozinha me fortaleceu de uma forma que nenhuma outra conseguiu. Ele me tirou do quarto e me mostrou o que é ser independente. Em outras palavras, ele era exatamente aquilo que eu precisava. Eu não me esquecerei disso. E certamente não quero perder isso."

A história narrada em Paris, uma cidade linda e romântica, nos mostra os detalhes da Anna conhecendo o lugar, os amigos novos e o seu mais novo amor!

Os personagens são cativantes, os amigos da Anna são descritos de formas maravilhosas, conseguimos conhecer as características principais de cada um e isso acaba tornado a leitura muito mais envolvente... quando percebi, já tinha lido rs

Foi o primeiro livro que li da Stephanie Perkins e achei ótimo a forma como ela escreve, com certeza vou querer ler outros dela.

Posso dizer que Anna e o beijo francês agora é um dos meus favoritos.

E lá vamos nós...

Se você é uma pessoa que assim como nós ama livros, ou simplesmente, gosta de ler um as vezes, para descontrair, ou até mesmo porque te disseram que o livro é bom, então aqui é o seu lugar. 
Hoje criamos o blog "livros leituras e leitores", criamos para poder colocar aqui, as nossas resenhas, indicações, novidades sobre uma das nossas paixões os "livros".
Este blog irá conter opiniões baseados em nossos gostos, então, as opiniões podem variar, mas sempre vale a leitura ;)
Vamos nos empenhar ao máximo, para ter um lugar legal, que vocês possam visitar e descontrair. 
Ao trabalho...

Bjos