20 julho, 2013

Feliz dia do amigo!

Olá pessoal!

Hoje é dia do amigo, e para começarmos este dia em grande estilo separamos para vocês alguns livros sobre AMIZADE.
Não apenas a amizade entre pessoas, mas também a linda amizade que existe entre homens e cães.

Espero que gostem!


Como surgiu o dia do amigo?

O Dia do Amigo é uma data proposta para celebrar a amizade entre as pessoas.
No Brasil, Uruguai e Argentina, a data mais difundida para esta celebração é 20 de julho, aniversário da chegada do homem à lua.
Na Argentina, a data foi criada pelo médico argentino Enrique Ernesto Febbraro. Com a chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969, ele enviou cerca de quatro mil cartas para diversos países e idiomas com o intuito de instituir o Dia do Amigo. Febbraro considerava a chegada do homem a lua "um feito que demonstra que se o homem se unir com seus semelhantes, não há objetivos impossíveis
Fonte: http://pt.wikipedia.org/


O PODER DA AMIZADE - TOM RATH – EDITORA SEXTANTE

Ter amigos é o melhor remédio? Um grande companheiro no trabalho vale mais do que um aumento de salário? Qual o verdadeiro poder da amizade? "O Poder da Amizade" demonstra que, além de aumentar nossa satisfação geral com a vida, os amigos melhoram nossa saúde, curam a depressão e têm um papel fundamental nos períodos de estresse, funcionando como amortecedores.
Este livro mostra realmente os benefícios da amizade e de ter amigos. Mostra uma perspectiva diferente sobre a amizade, mostrando o que é que um amigo nos oferece de bom que mais ninguém nos pode oferecer.

 
 
 
 
 
FALA SÉRIO, AMIGA! - THALITA REBOUÇAS – EDITORA ROCCO

 Amizade é tudo na vida! Disso Malu sabe muito bem, afinal, viveu as mais variadas experiências com cada uma delas rindo, chorando, brigando, brincando, curtindo e fofocando muito. Em Fala sério, amiga! título que fecha a série da divertida personagem Malu precedida pelos best-sellers Fala sério, mãe! Fala sério, professor! e Fala sério, amor! A carioca Thalita Rebouças dá voz à protagonista, que puxa, da memória e do coração, tudo o que vivenciou com suas melhores amigas, como Alice, da infância até o fim da adolescência. Sucesso absoluto entre o público adolescente, com mais de 150 mil exemplares vendidos, a autora promete agradar em cheio suas fãs.







CACHORROS ENCRENQUEIROS SE DIVERTEM MAIS - JOHN GROGAN – EDITORA EDIOURO

Esta coletânea de crônicas escritas por John Grogan, criador do best-seller Marley & Eu, é uma divertida mas sempre perspicaz análise do mundo e dos costumes contemporâneos, com seus altos e baixos, problemas e encantos.
Esta é a prova do talento de Grogan em transitar pelas mais diferentes áreas, e de trazer para o leitor um ensinamento lúdico sobre a fascinante jornada que une seres humanos e animais

 
 
 
 
 
 
 
 
DE BAGDÁ COM MUITO AMOR - JAY KOPELMAN, MELINDA ROTH - EDITORA BESTSELLER (GRUPO RECORD)

Em De Bagdá, com muito amor, o tenente-coronel Jay Kopelman e a jornalista Melinda Roth contam, através de uma narrativa emocionante que descreve com realismo as insanas condições da guerra no Iraque, a história real da missão de Kopelman para resgatar um cãozinho do país conflagrado Um grupo de fuzileiros entra em uma casa abandonada em Faluja, no Iraque. Ao ouvir um ruído suspeito, os soldados destravam as armas, aproximam-se com cautela e se preparam para abrir fogo. Mas o que encontram durante aquele ataque à cidade mais perigosa da Terra? não é um rebelde vingativo, e sim um cachorrinho que ficou para trás depois que a maior parte da população fugiu, para escapar do bombardeio. Apesar dos regulamentos militares que proíbem animais de estimação, os fuzileiros tiram as pulgas do filhote com querosene, eliminam os vermes com fumo de mascar e o alimentam com rações militares. Assim começa a dramática tentativa de resgate de um cão chamado Lava e a história de como o animal salva pelo menos um fuzileiro, o tenente-coronel Jay Kopelman, da devastação emocional causada pela guerra. De Bagdá, com muito amor fala de soldados durões, de correspondentes de guerra e de iraquianos em perigo, contando uma história inesquecível e verdadeira de um bando de improváveis heróis que aprendem com um animalzinho refugiado, sarnento e pulguento, lições inesperadas sobre a vida, a morte, a guerra e, acima de tudo, o amor. Não se trata apenas de um relato comovente sobre o destino de um cachorro, mas da condição humana numa guerra como a do Iraque. De Bagdá, com muito amor tem também o mérito de aproximar as pessoas de um entendimento maior sobre o choque cultural e, principalmente psicológico, que a convivência num ambiente de conflito pode causar ao ser humano. A história foi coberta pela mídia americana, envolveu o Senado, assim como outros órgãos americanos e, entre outras coisas, favoreceu o aumento do número de adoções de animais no ano de 2006 nos EUA. De Bagdá, com muito amor certamente conquistará o coração de todos, apaixonados ou não por animais.
 
 
E vocês, Já leram alguns desses? Gostariam de sugerir algum outro?
Não deixem de comentar...
 
E... FELIZ DIA DO AMIGO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário