28 agosto, 2013

Métrica - Livro 1 - Colleen Hoover

Título: Métrica – Livro 1
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 304

Layken acabou de completar 18 anos sempre morou no Texas, mas depois da morte do seu pai que ocorreu a 6 meses se vê forçada a mudar e morar no Michigan.
Layken, Kel seu irmão de 9 anos e sua mãe Julia, vão mudar para outra cidade para poderem continuar mantendo uma vida mais tranquila, pois as despesas no Texas são mais altas.

Em meio a mudança Layken conhece Will, seu vizinho de 21 anos e os dois tem uma aproximação quase que instantânea no momento que se conhecem.
Os irmãos deles também acabam virando melhores amigos, os dois tem a mesma idade e irão frequentar a mesma escola.

No 1º dia de aula Layken conhece Eddie, uma garota um pouco diferente do que estava acostumada, elas se tornam muito amigas e com Eddie, Layken percebe que muitas vezes as pessoas que achamos não poderem sorrir, são as que fazem isso da melhor forma.
 
Tudo parece muito bem e começando a se resolver, porém as coisas começam a acontecer de uma maneira inesperada e Layken acaba percebendo que umas das únicas coisas boas que haviam acontecido com sua mudança, pode ser na verdade um erro.

"- Ele a trata com respeito o tempo inteiro? Essa é a primeira pergunta. A segunda é: se, daqui a vinte anos, ele fosse exatamente a mesma pessoa que é hoje, você ainda assim se casaria com ele? E, finalmente, ele faz com que você queira ser uma pessoa melhor? Se conseguir responder "sim" as três em relação a uma pessoa, então encontrou um homem decente."

 Se eu fosse definir Métrica com apenas uma palavra, acho que seria superação.

Este livro é um drama envolvido com um lindo romance e com todos os obstáculos possíveis que a vida possa colocar na vida de alguém. Aborda muito o assunto “Morte” de uma forma forte e decidida, mas mesmo sendo um drama há momentos engraçados.
A forma como os personagens espoem seus sentimentos através da poesia é fantástico.


Não costumo chorar lendo livros ou assistindo filmes, me considero uma pessoa emotiva, mas no máximo ambos me tiram o folego e fico “anestesiada”, mas posso dizer que métrica me surpreendeu e quase conseguiu este feito. Se contar os olhos “embaçados”, mas sem cair lágrimas então, chorei rs.
Posso dizer que métrica me conquistou de uma forma diferente.

A história nos mostra diferentes formas do amor, de amar alguém, mostra de uma maneira bem elaborada a importância da relação entre pais e filhos (sendo eles biológicos ou adotivos), irmãos, amigos. De uma forma geral, nos traz a importância da família sendo ela de sangue ou não.


Cada novo capitulo a autora inclui um trecho de uma das músicas dos “The Avett Brothers”. No decorrer da história ela também cita a banda, são melodias lindas e que devem ser ouvidas, este detalhe em alguns momentos da história são cruciais, pois são bem descritos com o trecho da música citada.
 
If it's the beaches - The Avett Brothers

Não deixem de comentar ;)
 

6 comentários:

  1. Desde quando vi essa capa meio sóbria eu me interessei por esse livro . Li algumas resenhas a respeito dele e me apaixonei , adoro histórias nesse gênero !! Adorei a resenha :)

    Beijos , Anna

    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Anna!
    A partir de seu comentário, tenho praticamente certeza que você vai amar a história, é bem nesse estilo mesmo. Muito bom!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. EU AMO MÉTRICA!!!
    Para mim, a parte que me arrancou lágrimas foi o aniversário da Eddie... como não chorar? Foi tão sensível!
    E creio que você vai adorar a sequência, Point of Retreat, também!

    Bj
    Van
    bookistheanswer.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade o aniversário da Eddie é muito forte!
      As duas partes mais marcantes na minha opinião, foram o aniversário da Eddie e a carta da mãe dela.
      Quero muito ler a sequência!

      Beijos

      Excluir
  4. AMEI AMEI AMEI!!!

    Um dos melhores livros que já li!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim, sim hahaha
      Métrica muito bom!

      Lindo, triste, comovente e marcante!

      Beijos

      Excluir