25 março, 2014

Resenha Pausa (Slammed 2) - Colleen Hoover

Título: Pausa (Slammed 2)
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 304 

Will e Lake já superaram muitos obstáculos, mas quando acham que está tudo bem, eis que surgem mais obstáculos.

A ex namorada de Will, Vaughn, surge e acaba deixando Lake em dúvida do relacionamento deles. E como se não fosse o bastante um acidente acaba colocando tudo em risco.

Julia mesmo não estando presente consegue deixar conselhos maravilhosos para ambos, tentando ajuda-los a superar os obstáculos.

“A vida é difícil. E é ainda mais difícil quando você é um imbecil – John Wayne”

Em Pausa conhecemos mais dois novos personagens, Kiersten que tem a mesma idade dos meninos, mas muitas vezes a mentalidade de uma adulta e Sherry a mãe dela, inclusive uma das cenas que mais gostei foi de Sherry.

Gostei muito de Pausa, achei uma sequencia linda e dramática, tem certo suspense e tudo que vai acontecendo desperta uma vontade de nunca parar de ler.

“Um homem pode dizer para a mulher que está apaixonado até ela ficar sem ar. Palavras não significam nada quando ela está cheia de dúvidas na cabeça. Você tem de mostrar a ela.”

Fiquei um pouco irritada com Lake, ela se mostra e se porta como adulta cuidando do irmão e da casa, mas achei que o ciúme dela em alguns momentos me pareceu um tanto demais.

E não podemos deixar de lembra que o Slam esta firme e forte novamente em Pausa =)

“...Estou me defendendo
Como devia ter feito antes
Não vou mais aturar
As suas borboletas”

Se você, assim como eu, se apaixonou por Métrica, se prepare para se apaixonar novamente em Pausa.

Beijos 
Dri


22 março, 2014

O tempo - Mario Quintana

Olá Pessoal!

Hoje pela manha recebi de uma amiga um vídeo, um poema do Mario Quintana interpretado por Antônio Abujamra,  é lindo e merece total atenção!
Achei legal compartilhar com vocês

Espero que gostem, vou postar o vídeo e abaixo o poema 



O tempo

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. 
Quando se vê, já são seis horas! 
Quando de vê, já é sexta-feira! 
Quando se vê, já é natal... 
Quando se vê, já terminou o ano... 
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida. 
Quando se vê passaram 50 anos! 
Agora é tarde demais para ser reprovado... 
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio. 
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas... 
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo... 
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo. 
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz. 
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Mario Quintana

Beijos
Dri

13 março, 2014

Resenha - Amigo Secreto Sangue e Rosas - Sylvia Day


Título: Amigo Secreto Sangue e Rosas
Autora: Sylvia Day
Editora: Paralela
Páginas: 44

Neste conto temos dois personagens como principais Anastácia – trabalha como investigadora para uma seguradora e Jake Delegado da cidade de Whisper Creek.

Anastácia é obrigada a voltar para Whisper Creek, após uma década longe para desvendar um roubo (tiara rosa de diamantes) na cidade, o problema é que o roubo que irá desvendar envolve muita coisa, e uma delas que ela já suspeitava, sua família provavelmente está envolvida.

Chegando na cidade Ana se depara com Jake, um amor que ela teve que deixar, ou melhor o motivo de ela deixar a cidade a dez anos, deixou sabendo que ambos não eram compatíveis, diferenças entre as famílias, uma família honesta que caminha conforme a lei e outra, a dela, totalmente ao contrário.
Gostei muito mais deste segundo conto “Amigo Secreto” do que do primeiro.

A diferença é simples, nesta segunda parte que não é uma continuação, Sylvia Day fez uma história curta, mas incrível misturando um suspense policial e um romance erótico.
Não sei se autora tem outros livros que tem o suspense policial como enredo, mas acho que ela deveria tentar, pois ficou ótimo, caso tenha ou faça com certeza vou ler.
E apesar de ser um conto erótico, é beeeem mais tranquilo do que o volume anterior, mas não deixa de ter.
Na minha opinião foi na medida certa, quem gosta de algo mais picante vai ler e gostar e quem gosta de algo menos picante, pode ler tranquilamente, pois não acontece apenas isso na história toda.

Beijos

Dri

06 março, 2014

Não se sinta intimidado

Olá Pessoal!

Hoje eu presenciei um situação e achei legal compartilhar com vocês o pensamento que tive sobre o ocorrido, afinal envolvem os livros rs
Eu estava no trem, pela manhã, onde, quando a espaço para abrir um livro, diversas pessoas aproveitam o tempo para colocar a leitura em dia.
Avistei um garota lendo, bem próxima de mim, percebi que ela estava sorrindo para o livro, provavelmente alguma situação na história que provocou aquele sorriso (como já aconteceu e acontece diversas vezes comigo).
Quando a garota viu que algumas pessoas estavam olhando para ela, por causa da reação que ela teve, ela se fechou, bloqueou instantaneamente a reação que estava tendo.
Eu entendi, ela ficou com vergonha, o que é algo normal, mas não é necessário.
Presenciando toda essa cena achei legal expor isso, afinal “não se sinta intimidado”.
Quando o livro te faz sentir emoções profundas é porque ele é muito bom!
Sempre falo isso, pois se eu me sinto assim, o livro é maravilhoso!
Se o livro te faz prestar atenção em outras coisas, você não entende direito o que está acontecendo na história, e acaba precisando ler novamente aquela parte, é porque a leitura não é tão boa.
Um livro bom, te deixa sentir as emoções que ele quer passar, você se sente feliz, quer esboçar um sorriso simples, dar uma gargalhada, soltar um suspiro, ou até mesmo deixar rolar uma lágrima.
Só tenho uma coisa a dizer sobre isso, permita-se, “não se sinta intimidado”. Essas emoções são o que o livro/a história, te trazem de melhor.
É claro que é preciso tomar cuidado com certas situações, até por uma questão de respeito ao próximo, por exemplo: não vamos começar a gargalhar em uma sala onde esteja uma placa enorme escrito “silêncio”.
Acontece muito isso com vocês, ou já presenciaram uma cena dessas?
Deem sua opinião, vou adorar saber!
Beijos
Dri