13 maio, 2014

Resenha - A Esperança - Suzanne Collins

Título: Em Chamas
Autora: Suzanne Collins
Editora: Rocco
Páginas: 424

Sem saber onde está, a primeira preocupação de Katiness é achar Peeta , a quem ela queria salvar de todos os modos nos últimos Jogos Vorazes, e o que ela descobre não é nada agradável.
Agora katiness é um soldado do distrito 13, juntamente com alguns outros sobreviventes, ela e Gale têm uma missão muito difícil trazer Petta de volta da Capital, isso se ele ainda estiver vivo.

“– Então, o que você acha que vão fazer com ele? – pergunto.
Prim parece ter mil anos de vida quando responde:
– O que for necessário para quebrar você.”

Katiness é o tordo, o símbolo da Rebelião e para transformar isso em realidade precisam dela inteira, isso quer dizer não apenas o corpo em bom estado, mas a mente também deve permanecer inteira. E a única forma disso acontecer é a seguinte, todos a quem ela ama devem estar protegidos, mas para isso falta um: Peeta.

Em meio a toda uma confusão, onde não se sabe quem pode estar falando a verdade e quem pode estar blefando,  Katiness vai tomar algumas decisões extrapoladas e que nos deixarão apreensivos como leitores, querendo em diversas vezes invadir a história e chacoalha-la ou para-la.

“Música atrai tordos como flores atraem abelhas e, em pouco tempo, ele está com uma dúzia deles empoleirados em galhos acima de nossas cabeças. Ele dá um tapinha no meu braço e usa um graveto para escrever na terra: CANTA”

Uma história onde a superação é primordial, os acontecimentos são constantes e não adianta ficar esperando. É necessário agir, independente de quem fique no caminho, independente de quem fique para trás, para vencer essa rebelião contra a Capital, para acabar com essa guerra é preciso seguir em frente.
E o acordo mais importante de Katiness para isso: “Eu mato Snow” – O problema é saber se esse acordo será cumprido.

“...fecho os olhos e beijo Gale para compensar todos os beijos que deixei de dar, e porque não importa mais, e porque estou tão desesperadamente solitária que não consigo mais suportar.”

O final deste livro é de arrancar suspiros, surpreendente, acontecem fatos que nos tiram o fôlego.
Não foi o final que eu queria rs, mas com certeza vale a pena ler esta sequencia eletrizante.

Beijos
Dri

Nenhum comentário:

Postar um comentário