30 setembro, 2014

Resenha - Diários de Stefan 3 - Desejo - L. J. Smith

Título: Diários de Stefan 3 - Desejo
Autora: L. J. Smith
Editora: Galera Record
Páginas: 176

SINOPSE:  Após ser traído por seu irmão, Stefan resolve fugir para sempre dele e de qualquer contato humano. Mas Damon está disposto a tudo para arruinar os planos do irmão, e, ao contrário de Stefan, ele não se importa com quantos humanos vai ferir pelo caminho. No entanto, uma força maligna e muito mais antiga do que os dois vampiros parece ter voltado à Terra, e os sobreviventes da família Salvatore vão se ver obrigados a deixar as desavenças em segundo plano.

Da ultima vez que esteve com seu irmão, Damon matou na sua frente a garota que Stefan amava e se não fosse por Lexi poderia também estar morto.

Agora Stefan está em Nova York e pretende ficar o mais distante possível dos humanos, e claro, de seu irmão Damon também, tudo isso para que ninguém mais morra e ele não tenha que acabar matando, ou sendo morto por seu próprio irmão.

Mas Damon não pensa desta forma e tem seu plano formado para destruir Stefan, porém uma força misteriosa surge e os irmãos Salvatore acabam se “unindo” temporariamente para tentar acabar com esse novo rival.

“Com mais clareza, vejo o sonhador curioso que eu era, e meu coração, se pudesse bater, se partiria pela criatura desprezível que me tornei.”

Para quem é fã da série de TV The Vampire Diaries, essa série de livros é essencial, uma ótima opção de leitura, afinal, conta a historia dos irmãos Salvatores antes dos dias atuais na serie de TV. E o bom é que é bem fiel a serie, não são iguais aos livros Diários do Vampiro que são diferentes em diversos aspectos da historia da TV.

Dentre os três livros dessa série, esse foi o que menos gostei.

A história é boa, tem toda uma trama que te prende aos personagens, mas eu acho que a história demorou um pouco para acontecer. A autora ficou muito tempo em uma parte que poderiam ter mais detalhes e quando os fatos começaram a se ligar, aconteceu tudo de uma vez.

“A lembrança e o luto não precisam ser tristes – observou a Sra. Sutherland – São simplesmente... o que são. Manter a vida deles presente na nossa.”

Alguns personagens na história como Margareth, por exemplo, deveriam ter sido mais abordados, entendo a essência dela, mais uma coisa ou outra acaba ficando meio vaga, tenho uma ponta de esperança que isso ainda possa acontecer em algum outro livro.

Gostei do fato de neste livro ter ficado claro que apesar do ódio que um irmão está sentindo pelo outro, eles também se amam, mesmo achando que não.

“– Devia ficar comigo, meu amigo. A vida pode ser doce, e não uma maldição.”

A forma como um acaba defendendo o outro mesmo querendo matar, é característico dos irmãos Salvatore.

Beijos

Dri

2 comentários:

  1. Li os dois primeiros da série Diarios de vampiro ha alguns anos e achei bem mais ou menos.
    Não me arrependo de ter largado.
    Assisti so um pouco da serie de tv e ja deu para perceber q eh melhor q os livros..
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
  2. Gosto dos livros, porém só fiquei nos 7 primeiros mesmo. Esses outros eu nem quis comprar rs. Gosto mais da série

    ResponderExcluir