30 janeiro, 2015

Resenha - O último homem do mundo - Tais Cortez

Título: O último homem do mundo
Autora: Tais Cortez
Editora: LER 
Páginas: 224

SINOPSE: O último homem do mundo - Amanda é uma garota rebelde e problemática. Filha de Patrícia Oliveira, uma atriz mundialmente famosa, ela se ressente do comportamento da mãe, que trabalha demais e dedica seu pouco tempo livre para namorar. Depois de ser expulsa dos três últimos colégios, Amanda é matriculada contra sua vontade no Educação de Elite, o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Determinada a conseguir mais uma expulsão, ela é capaz das maiores loucuras, mas seus planos acabam sendo frustrados por suas colegas de quarto, por uma inspetora intrometida e um diretor paciente. Lá ela também conhece Ricardo, o garoto mais popular e mulherengo do colégio. A atração entre eles é imediata, mas isso não impede que se odeiem ferozmente e que façam de tudo para prejudicar um ao outro. No entanto, o destino os forçará a unirem forças por um bem maior, e Amanda perceberá que, às vezes, o último homem do mundo de sua consciência pode ser justamente aquele que seu coração decide escolher.

Este é aquele livro que quando você entra na livraria e se depara com ele, você sente a necessidade de pegar, abrir, folhear, e por fim leva-lo.

Amanda é uma adolescente rebelde e determinada,  filha de uma famosa atriz, Patrícia Oliveira, que por conta da agenda cheia e de seus casos amorosos, nunca tem tempo suficiente para a filha.

Para chamar cada vez mais a atenção de sua mãe, Amanda sempre está envolvida em problemas. E depois da terceira expulsão de um colégio, Patrícia decide matricular a filha no Colégio Educação de Elite, um dos melhores colégios de São Paulo, a diferença desse colégio para os demais é que os alunos só podem ir para casa aos finais de semana.  O que deixa Amanda muito mais nervosa e
determinada em conseguir a sua quarta expulsão.

"Era inaceitável que ela decidisse sobre minha vida sem considerar minha opinião, que ela estivesse feliz enquanto eu não estava. E era inaceitável que eu não fizesse algo a respeito."

Assim que chega,  Amanda já chama a atenção de todos pelo jeito de se vestir, o tom colorido dos cabelos, a maquiagem pesada e as roupas descoladas que são bem diferentes do estilo dos “riquinhos” do colégio.

Logo no primeiro dia de aula Amanda já consegue uma maneira de iniciar um plano para a sua expulsão, mas para sua surpresa será ainda mais difícil do que ela pensa.  O diretor, e suas novas colegas de quarto não pretendem facilitar e deixar que isso aconteça.

Como em todo bom colégio que se preze, no Educação de Elite tem um garoto lindo, popular, e claro, mulherengo, o Ricardo.  Enquanto todas as garotas fazem fila para ficar com ele, Amanda o quer bem distante. Ela não o suporta, suas atitudes são horríveis, Ricardo é “o ultimo homem do mundo” que ela iria querer. O ódio entre ambos é instantâneo, desde o momento em que se viram.

"Você parece ser tão superficial, idiota e egoísta, mas, as vezes, parece que é outra pessoa completamente diferente (...)"

Mas devido a uma boa causa, Amanda precisa da ajuda de Ricardo e terá que ceder um pouco, ficar mais próxima dele e deixar essa raiva de lado. Ela só não contava que enquanto ela acha que o odeia, seu coração parece estar dizendo o contrario.



Fora a capa que eu achei maravilhosa, o título foi algo que me chamou muito a atenção. Pois ele tem todo um mistério. “O Ultimo Homem do Mundo”, pode ser interpretado de formas diferente, em primeiro momento eu tinha a ideia de que fosse uma busca por este tal homem (o ultimo do mundo), mas por fim é algo contraditório, do tipo, “não posso amar este homem” o que foi uma bela surpresa.

"Os livros tinham sido meus melhores amigos por muitos tempo. Eles me permitiam fugir da realidade, viver a vida de outras pessoas e esquecer as frustrações com minha própria vida."

Adorei o fato da Amanda não ser aquela típica personagem rebelde sem causa, que irrita o leitor a cada página. A determinação e confiança em suas próprias ações foi o que eu mais gostei.

A maneira como a autora abordou um drama familiar, não apenas com a personagem central , em que os pais não tem tempo para os filhos e há a falta dialogo dentro da própria casa, foi essencial.

Uma história que te mostra à surpresa e o valor de encontrar amigos e aliados onde menos se espera, a fé das pessoas, não apenas por religião, mas sim “fé na coisa”, a determinação de uma atitude prejudicial ser transformada em uma determinação para ajudar ao próximo, e claro, o amor, da forma mais comum e inusitada ao mesmo tempo. 

"Você devia saber que eu não sou mais aquela pessoa de antes."

Todos esses aspectos, esses sentimentos, são lições maravilhosas que podem ser tiradas dessa linda história e que contribuem para que “O último homem do mundo” seja uma leitura gostosa, envolvente.


Um livro indicado para todos e em todas as idades. 

4/50

Não deixem de comentar ;)
Beijos
Dri



29 janeiro, 2015

Tag - 7 coisas

Boa tarde, leitores!

Hoje eu vou responder uma TAG!
Fui indicada pela fofa da Lê do blog Leticia Iarossi 

Essa TAG consiste em responder 7 perguntas com 7 respostas =D
E foi criada pela Kammylla do Secret Magic  

Vamos começar J


7 coisas para fazer antes de morrer:
*Me casar
*Morar no exterior (no mínimo um ano) – País a decidir
*Ir ao parque do Harry Potter
*Viajar do Brasil a Argentina de carro ou moto
*Ter filhos
*Publicar um livro
*Aprender a tocar piano


7 coisas que eu mais falo:
*Ah vá
*Beleza
*Já sei
*Estou com fome
*Ô Mãe
*Ô Vida
*Eu preciso!

7 coisas que eu faço bem:
*Cozinhar
*Comer
*Ouvir
*Ler
*Escrever
*Minhas unhas ;)
*Dar risadas

7 coisas que não faço bem:
*Passar roupa :/
*Cantar
*Dançar
*Falar baixo
*Maquiagem
*Fingir qualquer sentimento/ feição do rosto...
*Contar piadas


7 coisas que me encantam:
*Livros
*Cinema
*Shows
*Cães e gatos
*Fotografia
*Viajar
*Decoração

7 coisas que não gosto:
*Funk
*Mal humor
*Frescura
*Barata (odeio)
*Carne de porco
*Calor
*Cemitério

7 pessoas para fazer também:

Não vou “Taguiar” ninguém especificamente, sintam – se a vontade para fazer e me mandem o link da Tag nos comentários para que eu possa ver a resposta de vocês também ;)



Não deixem de comentar ;)
Beijos Dri

28 janeiro, 2015

Sorteio Carnaval Literário

Olá Leitores!
Este é o primeiro sorteio do nosso projeto "Parceiros Literários"
No próximo mês, Fevereiro, teremos o Carnaval, e para comemorar estamos realizando este sorteio \o/
Mas, todos sabem o que é o carnaval?

Carnaval é uma festa que é marcada pelo "adeus à carne" que a partir dela se fazia um grande período de abstinência e jejum, como o seu próprio nome em latim "carnis levale" o indica . Para a sua preparação havia uma grande concentração de festejos populares. Cada lugar e região brincava a seu modo, geralmente de uma forma propositadamente extravagante, de acordo com seus costumes.
Pensa-se que terá tido a sua origem na Grécia em meados dos anos 600 a 520 a.C, através da qual os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pela fertilidade do solo e pela produção. Passou a ser uma comemoração adotada pela Igreja Católica em 590 d.C.. antes da Quaresma.
É um período de festas regidas pelo ano lunar no cristianismo da Idade Média. O Carnaval moderno, feito de desfiles e fantasias, é produto da sociedade vitoriana do século XX. A cidade de Paris foi o principal modelo exportador da festa carnavalesca para o mundo. Cidades como NiceSanta Cruz de TenerifeNova OrleansToronto e Rio de Janeiro se inspiraram no Carnaval parisiense para implantar suas novas festas carnavalescas. Já o Rio de Janeiro criou e exportou o estilo de fazer carnaval com desfiles deescolas de samba para outras cidades do mundo, como São PauloTóquio e Helsinque.
Carnaval do Rio de Janeiro está atualmente no Guinness Book como o maior Carnaval do mundo, com um número estimado de 2 milhões de pessoas, por dia, nos blocos de rua da cidade. Em 1995, o Guinness Book declarou o Galo da Madrugada, da cidade doRecife, como o maior bloco de carnaval do mundo."

Agora que todos já sabem o que é o carnaval, vou apresentar o sorteio pra vocês.
Os prêmios serão:
- Um livro "Carnaval" - Editora Rocco
- Um livro "As três irmãs" - Editora Nova Terra
- Um livro "As titias da folia" - Editora Nova Terra
- Um livro "As primas sapecas do samba" - Editora Nova Terra
- 100 marcadores sortidos.

Para participar basta:
-Preencher o formulário; (é obrigatório seguir todos os blogs, as demais redes sociais é opcional mas, quanto mais seguir, mais pontos irá acumular e mais chances terá de ganhar)
- Ter endereço de entrega no Brasil.

O sorteio acontecerá dia 25/02 e será realizado pelo próprio Rafflecopter e teremos até 30 dias para enviar os prêmios.
Não nos responsabilizaremos por desvios dos correios.

Boa Sorte!!


a Rafflecopter giveaway



Não deixem de comentar ;) Beijos Dri

27 janeiro, 2015

Conhecendo o autor - Débora Knittel e Érica Falcão

Olá Leitores!

Para estrear o "Conhecendo o autor", resolvi incluir duas autoras nacionais, que agora também são parceiras do blog! \o/


Débora Knittel e Érica Falcão

Débora Knittel nasceu em Santos, São Paulo. Vive em Salvador, Bahia. Formada em Pedagogia 

e especializada em Psicopedagogia, é autora de dois livros infanto-juvenis publicados pela 

Solisluna Editora: “Margarida bem-me-quer” e “Saíra sete cores”.

Érica Falcão é natural da cidade de Petrópolis, Rio de Janeiro. Reside e trabalha em Vilas do 

Atlântico, litoral norte da Bahia. É Pedagoga com especialização em Tecnologia Educacional. 

Este é o seu primeiro livro.


Débora e Érica são amigas desde a adolescência e compartilham o gosto pela leitura e escrita. 

Juntas escreveram Eclipse da Lua Azul, uma história que nasceu nas nuvens, em suas viagens 

pelo mundo.

As escritoras lançaram o livro “Eclipse da Lua Azul – Mundo Humano”, pela Solisluna Editora.

O Livro Eclipse da Lua Azul é uma história de ficção fantástica envolvendo amizade, amor e 

valores, uma narrativa maravilhosa que fortalece os valores humanos, essenciais para uma vida 

plena. 


Contatos:







Não deixem de comentar ;) 
Beijos Dri

20 janeiro, 2015

Resenha Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes

Título: Como Eu Era Antes de Você
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 320

SINOPSE: Como Eu Era Antes de Você - Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito, ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Não posso descrever nada da história ante de três fatos importantíssimos para os interessados em ler este livro:

1º É um romance bem diferente de todos que já li. Nada de romance água com açúcar, e sim, um romance realista;
2º É impossível não se apaixonar por Will Traynor, por mais que em alguns momentos quisesse esgana-lo;
3º Nem que for apenas uma única lagrima, ela vai rolar durante a história.

“Existem horas normais e horas inúteis, nas quais o tempo para e escorre e a vida – a vida real – parece distante(...)”.

Louisa Clark é uma mulher de 26 anos, que trabalha em um café da sua pequena cidade na Inglaterra , tem um relacionamento a sete anos na muito envolvente com Patrick, mora com os pais, não tem nenhuma ambição na vida, é acomodada, mas se considera feliz assim.

Quando o dono do café resolve fechar as portas, Lou fica desempregada, sem saber o que fazer, aquilo era sua alegria e tudo o que ela sabia fazer. 

“Eu não sabia que a música era capaz de fazer com que coisas novas surgissem dentro da gente e de nos levar a lugares que nem o compositor imaginou. Deixava uma marca no ar a nossa volta e era como se, ao sair do concerto, você carregasse os resquícios consigo(...)”.

Sem muitas opções de emprego, Lou aceita a oportunidade de ser cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor é um homem de 35 anos , que há dois anos foi atropelado por uma moto e ficou tetraplégico. Um homem que era bem resolvido, inteligente, saudável, culto, mas que agora é extremamente amargurado e mal humorado, que não aceita sua nova condição.

Aos poucos Lou consegue ir se adaptando e conhecendo Will, os dois que desde o inicio se atacam verbalmente, começam a se entender aos poucos.

Trabalhando a poucas semanas na casa Lou descobre que Will já tentou suicídio e não tem mais vontade de viver, que seu contrato para cuidar dele é de seis meses, pois ao final desse tempo Will pretende ir para as Digitas na Rússia, para morrer.

“Eu dispunha de cento e dezessete dias para convencer Will Traynor de que ele tinha motivos para viver.”

Lou decide então fazer diversos programas para mostrar e convencer Will que ele pode ter uma vida diferente, mas que pode ser feliz dentro de suas limitações, que ele ainda pode viver, que apesar d tudo a vida ainda pode ser boa.  No começo é tudo extremamente difícil, pois Will vive em sua bolha e afasta sempre todas as pessoas que tentam chegar mais perto, mas Lou consegue se aproximar e essa relação de amizade tem tudo para virar amor.  


Uma linda história de aprendizagem, de amizades verdadeiras e sim, de amor. Uma história, que envolve muito a autodescoberta e o amadurecimento. Uma história sobre duas pessoas  que se conheceram de uma forma inusitada, mas que deixam permanentes marcas um no outro. 

“Alguns erros... apenas têm consequências maiores que outros(...)”.

Quando eu digo que é um romance diferente, é exatamente isso que quero dizer. Nada de romance surreal, água com açúcar, onde você já sabe o que vai acontecer, ou sabe qual o rumo de toda a história, por mais que você tenha uma expectativa, ainda assim a autora te surpreende.

Odiei Will muito, odiei Lou um pouco menos, mas finalizei a história amando a ambos.

“E sabe o que? Ninguém quer ouvir esse tipo de coisa. Ninguém quer ouvir você falar que está com medo, ou com dor, ou apavorado coma possibilidade de morrer por causa de alguma infecção aleatória e estúpida. Ninguém quer ouvir sobre como é saber que você nunca mais fará sexo, nunca mais comerá algo que você mesmo preparou, nunca vai segurar seu próprio filho nos braços. Ninguém quer saber que às vezes me sinto claustrofóbico estando nesta cadeira que tenho vontade de gritar feito louco só de pensar em passar mais um dia assim”.

Este é aquele tipo de livro que você termina de ler e fica pensando nele por mais algumas semanas. Fica tentando desvendar e entender se realmente aquilo foi o certo.

Enquanto estava lendo esta história, me flagrei algumas vezes reparando em coisas que antes não fazia, como por exemplo, se a rua estava muito esburacada, ou se tinha uma parte da calçada rebaixada para que um cadeirante pudesse passar por ali. Não havia lido nada parecido até o momento e quero dizer que foi uma lição e tanto.

“Estou lhe dando isso porque poucas coisas ainda me fazem feliz, e você é uma delas”.

Achei maravilhoso como a autora abordou o assunto, a maneira como outros cadeirantes vivem e se divertem,  a importância dos acessos, enfim,  fiquei impressionada em como eu me envolvi com essa história. 

Eu poderia ficar falando desse livro por páginas e mais páginas. Não imaginei que iria gostar tanto da história. 

“É isso. Você está marcada no meu coração, Clark. Desde o dia em que chegou, com suas roupas ridículas, suas piadas ruins e sua total incapacidade de disfarçar o que sente. Você mudou a minha vida (...)”.

Se eu indico? Com certeza
Leiam! Leiam! Leiam =D


Não deixem de comentar ;) 
Beijos 
Dri


12 janeiro, 2015

Desafio Literário - #50livrosem2015

Olá Leitores! 

Todos os finais de ano (assim como muita gente) eu estabeleço algumas metas que deverão ser alcançadas no novo ano que se inicia.

Este ano eu, algumas blogueiras e leitoras, criamos a meta de 50 livros lidos em 2015.

Eu não tenho uma lista com os livros, pois vou escolhendo conforme acabo a ultima leitura, mas serão 50 rs 

Pretendemos ler essa quantidade de livros esse ano e a cada nova leitura ir informando uma a outra e a todos vocês, seja por Facebook, twitter, youtube, instagram, blog, enfim, compartilhar e comprovar a leitura de algum jeito.

Para quem me segue no instagram já deve ter visto a #50livrosem2015 lá.

Você que ainda não está participando de nenhum desafio ou que gosta de participar, venha com a gente, basta que você poste em suas redes sociais usando #50livrosem2015 a cada leitura concluída, e nos dar os devidos créditos. 
Se ainda não começou a ler não tem problema, ainda é cedo, você consegue nos alcançar ;)

Vem com a gente, vamos ler mais em 2015!

Estamos publicando nas redes sociais, acompanhe nossas leituras e indicações na #50livrosem2015.


Não deixem de comentar ;)
Beijos
Dri


08 janeiro, 2015

Resenha - O Casamento - Nicholas Sparks


Título: O Casamento
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 223


SINOPSE: Após quase 30 anos de casamento, Wilson Lewis é obrigado a encarar uma dolorosa verdade: sua esposa, Jane, parece ter deixado de amá-lo, e ele é o único culpado disso.
Viciado em trabalho, Wilson costumava passar mais tempo no escritório do que com a família. Além disso, nunca conseguiu ser romântico como o sogro era com a própria mulher. A história de amor dos pais de Jane, contada em Diário de uma paixão, sempre foi um exemplo para os filhos de como um casamento deveria ser.
Diante da incapacidade do marido de expressar suas emoções, Jane começa a duvidar de que tenha feito a escolha certa ao se casar com ele. Wilson, porém, sente que seu amor pela esposa só cresceu ao longo dos anos. Agora que seu relacionamento está ameaçado, ele vai fazer o que for necessário para se tornar o homem que Jane sempre desejou que ele fosse.

Em O Casamento, Nicholas Sparks faz os leitores relembrarem a alegria de se apaixonar e o desafio de se manterem apaixonados.

O Casamento é um livro que conta a história de amor de Wilson e Jane.

Jane é a filha de Noah e Allie que são os personagens principais no livro Diário de uma paixão (resenha aqui)

Quem já leu a história ou assistiu o filme, sabe que Noah é um romântico ao extremo e Jane, passou a vida toda escultando as belas histórias de amor de seus pais. Isso fez com que ela sempre pensasse que sua história seria tão linda igual a deles ou melhor. 

"Se eu a olhava de relance, ela me dava um sorriso cúmplice, saboreando aquele joguinho."

E o que não deveria acontecer, acontece com Wilson. Ele esquece o aniversário de casamento de 29 anos deles.

Após esse acontecimento ele percebe que talvez a relação que ele tem com sua esposa esteja um pouco gasta e se surpreende ao perceber seu grande medo, talvez sua esposa já não o ame mais como antigamente.

"Mas devo admitir que o romantismo para mim é tão desconhecido quanto o ato de dar a luz."

Passado um ano do incidente anterior Wilson percebe com a ajuda de seu sogro, Noah (um romântico nato) que para melhorar a sua relação com Jane, ele precisa fazer com que ela se apaixone por ele novamente. 

Jane por sua vez também está em dúvida do amor de Wilson por ela, que sempre preferiu se dedicar muito mais ao trabalho do que a família.

" Ela encontrou um jeito de voltar para mim, como prometeu que faria. Tudo o que tive que fazer foi encontra-lá."

Então quando uma das filhas do casal, decide que precisará se casar na próxima semana, Jane fica preocupada e maravilhada, se sente ótima e realizada ao ajudar a filha com os preparativos do casamento, mas não sabe se dará conta de tudo, pois quer que a filha tenha um belo casamento,bem diferente do que ela teve. 

A coincidência é que o dia do casamento, será exatamente no aniversário de 30 anos de casamento de Wilson e Jane. E Wilson desta vez não pretende fazer nada errado.

"Cheguei mais perto e, antes que ela pudesse se esquivar, dei -lhe um beijo delicado, sentindo a maciez de seus lábios sob os meus."

A forma como Noah é próximo de Wilson que não é filho dele, mas genro é muito bonita. Me lembrou bastante do meu pai e meu falecido avô, a proximidade que eles tinham mesmo sendo sogro e genro, talvez mais próximos que a de um filho.
   
Na história conforme vão acontecendo as coisas, Wilson nos recorda de como a muitos anos atrás ele descobriu que amava Jane, como descobriu que pretendia se casar, enfim, ele nos envolve tanto com a história do casal que vemos o lindo amor que uniu a ambos.

"- A saudade aumenta o amor - brincou ela
- Não acho que isso seja possível - comentei, agora mais sério. - Você não faz ideia de quanto eu te amo."

É uma linda história, não posso descrever com outra palavra que não surpreendente, você espera muito que algo aconteça, mas quando acontece, não é o que você imaginou, é muito melhor.
Não é o melhor livro que eu li do Sparks, mas é com certeza um livro ótimo, com uma história linda que quando você perceber já se emocionou.

" Sim, concluí: é possível um homem mudar de verdade."

Indicado principalmente para quem gosta de um belo romance ;)



Não deixem de comentar ;) 
Beijos 
Dri

05 janeiro, 2015

Retrospectiva - Livros mais lidos em 2014

O ano de 2014 foi um ano muito proveitoso em relação as minhas leituras e espero que 2015 seja ainda melhor =D

Percebi que muitos dos livros que li estavam nos “TOPS” daquele momento e pensando nisso fiz uma pesquisa rápida e cheguei à lista abaixo, como conclusão para os livros mais lidos de 2014.
Desta lista, apenas três livros não estão entre os livros que já li.

As observações com o motivo daquele livro estar entre os mais lidos do ano, não foram pesquisas e sim uma nota minha ;) 

Vamos conferir:




 1º - Se eu Ficar – Gayle Forman – Novo Conceito (resenha aqui)
O livro foi lançado no Brasil com a capa do filme em 2014 e o filme foi publicado em setembro, logo, a maioria das pessoas queriam ler o livro para assistir ao filme (inclusive, eu fui uma delas).












2º - O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint – Exupéry - Agir
Sempre há muitas pessoas lendo, e isso é demais, pois é uma história linda!











3º - A Culpa é das Estrelas –  John Green – Intrínseca (resenha aqui)
Mesmo motivo de "Se eu ficar", filme para estrear e as pessoas resolvem ler, fora que a repercussão dessa história por todos os lugares foi simplesmente bombástica e é claro, ninguém quis ficar de fora dessa rs.   











4º - Quem é Você, Alasca? – John Green – Martins Fontes 
Ótimas resenhas, o autor surpreendeu a todos com "A culpa é das estrelas" e com isso, é obvio que as pessoas lerão mais obras dele ;)









5º - Jogos Vorazes – Suzanne Collins – Rocco (resenha aqui)
Quem não havia começado a ler decidiu ler, pois agora estamos praticamente na reta final da história nas telinhas, então já está mais do que na hora de começar a leitura dessa trilogia rs. 






6º - A Esperança – Suzanne Collins – Rocco (resenha aqui)
Primeira parte do ultimo livro no cinema, ou começaram a ler para irem ao cinema, ou saíram de lá e compraram o livro para saber como a história termina.








7º - A Seleção – Kiera Cass – Editora Seguinte (resenha aqui)
Kiera no Brasil, lançamento do que até então seria o ultimo livro da trilogia, e que muitas pessoas esperaram para ler. Ai está, o pessoal resolveu começar a ler a trilogia - Que afinal é ótima!










8º - Extraordinário – R.J. Palacio – Intrínseca  (não li)
Livro muito comentado em diversos sites, fora que o preço ajudou muito na aquisição deste exemplar, e li diversas criticas boas sobre esta história.





9º - Não se Apega, Não – Isabela Freitas – Intrínseca (não li)
Isabela Freitas fez muito sucesso com esse livro, esteve na Bienal do livro em SP e em mais alguns lugares na divulgação e sim bombou rs. Não li, então não posso falar muito a respeito, a não ser que, olhando pela capa é um livro que me chama a atenção e tem dizeres muito bonitos espalhados por blogs afora rs  








10º - Destrua este diário - Keri Smith – Intrínseca (não li)
Um livro de entretenimento, um livro novo. A novidade chegou vamos atacar ;) Agora me respondam, quem ai não gosta de um diário? Geralmente quem gosta muito de literatura também gosta de um diário rs 










Destes pretendo ler apenas um dos que não li em 2014: Extraordinário – R.J. Palacio

Algumas observações referente a colocação dos livros e o motivo de esses liros aparecerem na lista dos mais lidos, são até um pouco simples de se fazer.

E você, conseguiu ou pretende ler algum dos livros mais lidos em 2014?


Atenção: Não foram incluídos na listagem acima livros religiosos.



Não deixem de comentar ;)
Beijos
Dri

02 janeiro, 2015

Resenha - Para onde ela foi - Gayle Forman


Título: Para onde ela foi
Autora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 240

Pode conter Spoilers do livro Anterior

SINOPSE: Para Onde Ela Foi - Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.

Comecei o livro esperando que a Mia continuasse a contar sua jornada. E minha dúvida era: será que ela perdeu a memoria?

Quando comecei o "Para onde ela foi" percebi que não era narrado pela Mia, (não li o primeiro capitulo de "Para onde ela foi" ao terminar "Se eu ficar") o que no inicio foi um choque pra mim, apesar de antes de começar a leitura, ter lido a sinopse, e saber que Adam era quem iria contar a história dessa vez.

"...Boatos, até os verdadeiros, são como chamas: tire o oxigênio e eles vacilam e morrem."

Passado o choque inicial/ momentâneo (rs), posso dizer que gostei da história narrada por Adam.

Podemos sentir e perceber o desespero que ele ficou e passou por conta de tudo que aconteceu com Mia, com seus familiares e com o relacionamento deles.

Agora três anos depois Adam é um Astro do Rock, que tem paparazzis a segui-lo por todo lado. É um jovem que tenta enfrentar seus medos, que sofre com pânicos, toma remédios controlados e por mais que esteja em uma ótima posição social fazendo muito sucesso, não está feliz.

                     "Um dia pode ter apenas vinte e quatro horas, mas as vezes passar 
                                 por um parece tão impossível quanto escalar o Everest."

Ao decorrer da história conseguimos entender um pouco sobre esse outro Adam, sobre a mudança em sua vida, como foi que ele tentou conquistar seus objetivos, crescendo em alguns aspectos e decaindo em outros.

Durante os três anos que se passaram após o acidente, por mais que esperasse Adam não teve mais noticias de Mia.

"Quando se fala em sentimentos, você nunca sabe realmente como a ausência de uma pessoa vai te afetar mais do que a de outra."

E então, quando ele resolve permanecer em Nova York uma noite a mais do que o planejado, eis que seus caminhos se cruzam e o que ele mais queria acontece.

Mas, depois de tanto tempo ele não sabe o que fazer ou como reagir. E fica em dúvida até mesmo, se realmente quer vê-la. 
Ele sabe que esse reencontro no minimo, é estranho demais.

             "Eu só queria que você ficasse bem. Só queria ajudá-la. Eu teria feito qualquer coisa."

Com certeza esse livro me encantou bem mais que o primeiro, e isso que eu já tinha amado "Se eu ficar". 

Não sei se pelo fato de agora poder conhecer mais o personagem de Adam, ou porque a história apesar de seus dramas, é mais romântica (amo romance) do que o livro anterior que tinha um drama.

"Eu a culpei por tudo isso, por partir, por me arruinar. E talvez isso tenha sido a semente, mas dessa semente cresceu esse tumor. E sou eu quem a alimenta. Eu a rego. Cuido dela. Mordisco suas amoras venenosas. Eu a deixo se enrolar no meu pescoço, sufocando o ar em mim. Fiz isso. Tudo sozinho. Tudo para mim mesmo."

Simplesmente Fantástico!

Se você se apaixonou pelo primeiro livro, não pode perder este. 
Se você não leu, mas assistiu o filme "Se eu ficar", não precisa ter medo (rs), pode ler o segundo livro que você vai conseguir entender perfeitamente, só alguns detalhes (como sempre) que o livro tem a mais.

Super indico essa leitura!

Não deixem de comentar ;)
Beijos
Dri


01 janeiro, 2015

Top Comentarista Janeiro

Olá Leitores!

Para começar bem o ano, o blog está com novidades...


A partir de hoje daremos inicio ao Top Comentarista!!!


Para participar é simples:

Regras:

  • Deixe um comentário nesse post com uma forma de contato (ser e-mail, twitter, facebook);
  • Seguir publicamente o blog "Livros, Leituras e Leitores" pelo GFC;
  • Ter endereço de entrega dentro do território Brasileiro;
  • Comentar os post do mês de Janeiro (01/01 - 31/1);

Atenção:

  • Comentários superficiais como 'Gostei', 'Adorei', 'Legal', serão desclassificados;
  • Em caso de empate, será feito sorteio entre os comentaristas;
  • Pode comentar mais de uma vez na mesma postagem, mas apenas um comentário será contabilizado;
  • É válido voltar as postagens e comentar até 7 dias depois que o post foi publicado.

  • Comentários nos post de promoções não serão válidos para participação no Top Comentaristas;
  • Somente posts com a imagem da promoção estão valendo;
  • No final de cada postagem haverá um banner do "TOP COMENTARISTA" (como este abaixo). Ao clicar, você virá a este post que contém as regras.




Premiação: Um livro surpresa + 2 marcadores surpresas


Em caso de dúvida entre em contato por e-mail livrosleituraseleitores@gmail.com


Conto com vocês ;)
Beijos Dri