05 agosto, 2015

Primeiras impressões - Dez coisas que aprendi sobre o amor - Sarah Butler.

Oi Gente!
Hoje vou comentar aqui, um pouquinho sobre as minhas primeiras impressões de um dos próximos lançamentos da Editora Novo Conceito.
Recebi os primeiros capítulos e tive a oportunidade de ler.

SINOPSE: Por quase 30 anos, quando a brisa de Londres torna-se mais quente, Daniel caminha pelas margens do Tâmisa e senta-se em um banco. Entre as mãos, tem uma folha de papel e um envelope em que escreve apenas um nome, sempre o mesmo. Ele lista também algumas coisas: os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu. Alice tem 30 anos e sente-se mais feliz longe de casa, sob um céu estrelado, rodeada pela imensidão do horizonte, em vez de segura entre quatro paredes. Londres está cheia de memórias de sua mãe que se fora muito cedo, deixando-a com uma família que ela não parece fazer parte. Agora, Alice está de volta porque seu pai está morrendo. Ela só pode dar-lhe um último adeus. Alice e Daniel parecem não ter nada em comum, exceto o amor pelas estrelas, cores e mirtilos. Mas, acima de tudo, o hábito de fazer listas de dez coisas que os tornam tristes ou felizes. O amor está em todas as partes desta história. Suas consequências também. Sejam boas ou más. Até que ponto uma mentira pode ser melhor do que a verdade?

A história é intercalada, entre dois personagens.
Em um momento temos a história de Daniel, um homem (creio eu o mendigo da sinopse) que aparenta estar em busca da filha, que pode ter abandonado ele ou ele ter largado a família,  ele descreve para nós nesse inicio do livro, um pouco sobre o que ele está vivenciando naquele momento.  Descreve o amor que ele sente por sua filha, o que é possivel perceber um sentimento intenso de amor paterno de Daniel pela filha.
E também temos em outros momentos a história da Alice, que está indo encontrar seu pai e toda sua família. O que fica claro para nós é que ela não tem uma ótima relação com seus familiares, ela demonstra muito esforço para poder estar ali e comprovantemente só apareceu pelo estado frágil de seu pai, que está com câncer no pâncreas, muito doente.

A história vai seguindo esse fluxo e intercalando a narrativa dos personagens e seu fatos para nós.
Eu gosto muito de livros narrados em primeira pessoa e realmente gosto de histórias que temos este tipo de narração com mais de um personagem, pois temos mais de um ponto de vista, o que sempre acaba deixando as coisas melhores ainda.
Foram pouquíssimos capítulos lidos, não foi possivel pegar bem o ritmo da história, mas é com certeza é um romance, com drama, onde serão abordados formas de amor e de uma maneira bem intensa. Daqueles em que o personagem está escondendo algo e "desenterrar" acaba mexendo mais em uma ferida que está tentando cicatrizar.

Imagino que em algum momento os personagens que até então são de realidades distintas possam se conectar no meio da história, não sei, estamos falando sobre o amor, não é mesmo?! E muita coisa pode acontecer.

Achei criativo e um pouco fora do comum (o que na minha opinião vai um ponto para Sarah Butler), durante a história tivemos algumas listas criadas pelos personagens, como se fosse um "top 10", onde eles nos informam algumas coisas a seu respeito.

E agora para vocês verem que já entrei no clima, essas são as dez coisas que eu sei sobre o amor

1) O amor não se mede;
2) Devemos amar sem esperar nada em troca;
3) Existem diversas formas de amor;
4) Amar faz bem a quem ama e quem é amado;
5) Amar é respeitar e cuidar;
6) Amor em excesso (dependência) faz mal;
7) O amor mais puro é o de uma criança; 
8) Quando estiver amando, se entregue, assim será uma experiência completa, mas saiba que pode se machucar;
9) Existem pessoas que não enxergam a simplicidade do amor;
10) Ame! Só assim você saberá sobre ele.

Espero que tenham gostado.

Ótimas leituras Beijos Dri

19 comentários:

  1. A premissa do livro é bem interessante e eu acho que há boas chances de que eu adore a obra.
    Adorei a sua listinha sobre o amor.
    Amar realmente é maravilhoso, mas pode machucar.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou adorando ler as listinhas de todos rs
      Achei uma ótima ideia :)

      Excluir
  2. Também tive a oportunidade de ler essas primeiras páginas, e concordo contigo: não dá pra pegar muito o ritmo da coisa, quando você acha que está pegando...acaba.
    Eu quero ler mais por curiosidade pra saber o que vai acontecer depois!
    Bjs*.*
    MaH

    O que disse, Alice? - www.oquedissealice.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mah!
      Também fiquei bem curiosa rs
      Os primeiros capítulos recebidos são tão poucos rs

      Excluir
  3. O que me deixou triste foi saber que o pai tem câncer, sempre fico triste quando tem algo assim :/ Mas assim que soube desse livro fiquei curiosa.
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade... essas histórias tendem a ser bem tristes :/
      Mas sempre nos prendem e são boas...

      Excluir
  4. Oi, Dri, tudo bem?

    Eu achei bem legal essa iniciativa da Novo Conceito, de mandar essa degustação para os blogueiros.
    Tem sido bem legal acompanhar a lista de vocês que receberam o email! :)
    Esse livro parece ter todos os elementos para ser uma história bem tocante e essa capa é linda!!

    Beijo
    - Tamires
    Blog Meu Epílogo | Instagram | Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa capa é muito linda! Também adorei!
      Estou adorando essa ideia deles, e eu sempre fico muuuito curiosa rs

      Excluir
  5. Que resumo curioso... Ainda não li nem o início da história, mas pareceu no mínimo intrigante. Espero ser tão legal quanto a capa que escolheram!

    beijos,
    Anita
    http://grumpyreaders.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é bem intrigante.
      Pena ser tão pouco esse comecinho...

      Excluir
  6. Oi Dri!
    Eu já disse isso para outros blogueiros e vou dizer para você também: acho uma crueldade isso da NC liberar os primeiros capítulos e deixar os leitores ansiosos na espera de saber como a história termina, rsrs
    Gostei da ideia das listas, mas a história não me atraiu. Quem sabe depois de ler algumas resenhas "completas"?
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada como uma resenha completa!
      A premissa parece boa. Intensa!

      Excluir
  7. Driiiii!
    Estou loooouca para ler esse livro!
    Amei sua resenha, quero o livro para ontem.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Fiquei bem curiosa com esse comecinho...
      Não vejo a hora de ler =D

      Excluir
  8. Nossa amei as suas impressões!!!! Sobre esse livro.... JÁ QUERO, NECESSITO, PRECISO, MEU NIVER QUE ME AGUARDE! rsrsrrs
    Amei o post, eu ainda não conhecia o livro e vc como sempre me trouxe a mega noovidade Dri! ♥
    Bjoos

    http://soujovemliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Elô,uma boa pedida de aniversário!
      Obrigada!
      Beijos

      Excluir
  9. Olá Dri!
    Eu também li os primeiros capítulos desse livro e estou muito curiosa!
    Novo Conceito sempre nos deixando ansiosos, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre Nay!
      Isso é bom e ruim, não é mesmo rs
      Espero que todo o livro seja bom ;)
      Beijos

      Excluir
  10. Ooi, Dri! Achei a capa um amor e logo eu, né? Que tenho paixão pela Inglaterra hahahaha Então, a estória parece ser bem intrigante e que trata de um amor que necessita ultrapassar barreiras que são tanto individuais quanto sociais, né? Gosto de livros que falam sobre o amor que a gente vive e que não é aquela fantasia de amor fictício que tudo dá certo e pronto, não passa por uma situação que a gente vê no cotidiano, sabe? Achei muito legal as suas impressões e espero que a resenha completa chegue logo hahahaha beijos!

    ResponderExcluir