19 dezembro, 2015

Resenha - Asylum - Madeleine Roux

Título: Asylum
Autor: Madeleine Roux
Editora: Vergara & Riba
Páginas: 336

SINOPSE: Para Dan Crawford, 16 anos, o New Hampshire College Prep é mais do que um programa de verão – é uma tábua de salvação. Um pária em sua escola, Dan está animado para finalmente fazer alguns amigos em seu último verão antes da faculdade. Mas, quando ele chega no programa, Dan descobre que seu dormitório para o verão costumava ser um sanatório, mais comumente conhecido como um asilo. E não apenas qualquer asilo — um último recurso para criminosos insanos.
À medida que Dan e seus novos amigos, Abby e Jordan, exploram os recantos escondidos de sua casa de verão assustadora, eles logo descobrem que não é coincidência que os três acabaram ali. Porque o asilo é a chave para um passado terrível. E existem alguns segredos que se recusam a ficar enterrados.

"A névoa da manhã ainda não tinha se dissipado, e os alunos circulando por ali pareciam espectros saídos de um sonho. Mas de um sonho bom."

Dan Crawford decidiu fazer um curso de verão e escolheu o New Hampshire, para isso.
Assim que Dan chega no local já sente um certo desconforto, e ao chegar no seu quarto, encontra uma foto bizarra, sendo um tanto quanto curioso e na intenção de ter uma aventura com seus colegas, descobre que há muitas outras fotos assim, em uma sala aparentemente interditada dentro do New Hampshire. 

O lugar não é nada menos que um manicômio desativado, um hospital psiquiátrico, chamado Brooklin que recebia inúmeros pacientes para "tratamentos" e alguns deles criminosos, culpados por assassinatos.

"Em um mundo enlouquecido, os loucos se tornam os únicos sãos."

Após a visita ao local desativado Dan começar a ter pesadelos, e além disso a receber cartas estranhas. Seus amigos também demonstram estar passando por alguns "problemas" após a visita. E como se nada pudesse piorar, o corpo de um monitor é encontrado, ele está morto e foi fixado na posição uma escultura, fazendo com que Dan associe o acontecimento com "O Escultor", um dos pacientes do antigo hospital, coincidentemente o único paciente que aparece como recuperado, mas que sumiu após o fechamento do Brooklin e ninguém sabe seu paradeiro, todos acham estar morto.

Cada vez mais, Dan se sente ligado ao lugar, parece que algo o liga ao hospital, e os acontecimentos parecem só aumentar.  

"(...) O maior problema das lembranças é que a pessoa nunca sabe quando elas vão voltar a atormenta-lá."

A capa é macabra e as imagens também, mas a história em si não passa medo.
Asylum é uma boa história e tinha tudo para ser perfeita, mas não foi o que aconteceu...fora isso imaginei que seria mais aterrorizante, eu esperava sentir aquela emoção, aquele medo que faz seu coração pular pela boca de tão aterrorizante. 
A história é assustadora, é mais um suspense, onde você fica aflito por resolver o caso. 
O que acaba nos passando mais medo são as fotos que vemos durante a leitura, porém algumas parecem ter sido inclusas em ordem ou momento errado, não fazendo parte daquele "local".

Ótimas leituras 
Beijos Dri

16 comentários:

  1. Olá!
    Vi muita gente fazendo resenha desse livro, em um momento eu fiquei interessado, mas logo eu vi que não faz muito o meu estilo de leitura. Ótima resenha, não sei se me fez querer ler de novo, mas bateu uma curiosidade aqui haha' Quem sabe não é?
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também já senti isso com alguns livros, mas você só vai saber se vai gostar quando ler, foi o que eu fiz ;)

      Excluir
  2. Já fiquei com medo!
    Tenho um medo danado, acabo sempre sonhando com os livros e com certeza sonharia com esse!
    Adorei a premissa e, mesmo com medo, quero me aventurar nessa leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou assim!
      Vivo sonhando ou tendo pesadelos com as minhas leituras.
      Mas esse livro não é tão pesado não... é mais angustiante mesmo ;)

      Excluir
  3. Fiquei bem curiosa com esses livros, mas acho que a capa me assusta um pouco.
    A sua Resenha me deu vontade de ler, ainda mais que disse que nem é tão pesada.
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi Dri td bem? Eu já tinha ouvido falar desse livro, e como um bom amante de terror, fiquei decepcionado em saber que ele ñ passa todo o medo que pensei que passaria. Muito boa resenha... bjo

    http://www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem ama terror com certeza sentirá falta de algo... mas a angustiante história que ele tem vale a pena.

      Excluir
  5. Olá!
    Adorei a indicação. Não conhecia esse livro e adoro a temática. Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Nossa o livro pareceu bem interessante, vou anotar aqui para eu ler mais pra frente!
    Até Mais!
    Diurnos Leitores

    ResponderExcluir
  7. Oi Dri!
    Estou com o ebook desse livro aqui, eu já li o primeiro capítulo e achei que ficaria com mais medo, apesar de ser o início da história né?
    Fiquei muito curiosa para ler!
    AH, Feliz Natal Dri, muito amor, felicidade e comidinhas boas para você e sua família!
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alê!
      Obrigada!

      Eu também me senti assim no inicio da leitura e vou te dizer que continua assim :/

      Excluir
  8. Ooi, Dri! A capa é muito bizarra Oo Achei a resenha muito bem escrita, passa o necessário para os leitores, e gostei muito da sua opinião no geral. Eu não sou muito de ler este gênero, mas senti um certo interesse por este livro, já que é meio um "vamos investigar esse mistério" Kkkkkkkk Então, tem ilustrações? No caso, as fotos parecem ser legais, já que o enredo é bem bizarro.
    Feliz Natal e Ano Novo! Beeeijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso Ruhh, investigações e fotos bizarras (risos)... é uma boa leitura, porém não para quem espera se assustar pra valer.

      Excluir